GOSTOU? SIGA-ME!

Quem sou eu

Minha foto
AMOR É um conceito divino É dimensão sem medida É viagem sem destino É melodia da vida... AMOR É um caminho sem fim É não ter que perdoar É não querer e dizer sim É dar tudo o que há p'ra dar !… AMOR É voz da razão que cala É ter dôr e não sentir É o silêncio que fala É ver o mundo sorrir... AMOR É sopro de nostalgia É canção leve e suave É das trevas fazer dia É saber de quem não sabe. AMOR É bem mais que sentimento É sussurro de magia É da alma o alimento... AMOR É hoje aqui...Feito poesia !… Euclides Cavaco

sexta-feira, maio 7

Os teus pés


Quando não te posso contemplar
Contemplo os teus pés.

Teus pés de osso arqueado,
Teus pequenos pés duros,

Eu sei que te sustentam
E que teu doce peso
Sobre eles se ergue.

Tua cintura e teus seios,
A duplicada púrpura
Dos teus mamilos,
A caixa dos teus olhos
Que há pouco levantaram vôo,
A larga boca de fruta,
Tua rubra cabeleira,
Pequena torre minha.

Mas se amo os teus pés
É só porque andaram
Sobre a terra e sobre
O vento e sobre a água,
Até me encontrarem.


Pablo Neruda

26 comentários:

Majoli disse...

Que jeito mais delicioso de se falar dos pés e chegar até o amor.

Não conhecia "Os Teus Pés" de pablo Neruda, mas amei lê-lo aqui.

Parabéns pela escolha.

Beijos com carinho.

El ave peregrina disse...

Cando o amor reina tódolos membros do corpo son queridos...o amor abarca todo...

Un bico

reltih disse...

gracias por compartirnos este tremendo tema.
besos

MA disse...

Precioso poema , un poema muy bello y profundo, un homenaje a un gran poeta Pablo Neruda.

un abrazo de MA para ti.

C@urosa disse...

Olá minha querida amiga, amo de paixão tudo do imortal Pablo Neruda, esse belo poema eu não tinha lido, parabéns pela escolha. Os pés feito poesia levam sempre ao caminho do amor.

paz, harmonia em sua vida,

forte abraço

C@urosa

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Tudo o que traz a pessoa amada
para a nossa vida,
é motivo de agradecimento
e celebração.
Pés esculpem caminhos
e nos acompanham pela vida.
Assim merecem este poema - tributo,
com toda a sua intensidade.

Que a vida se faça plena em ti.

Sandra Botelho disse...

pés
são raízes,
são pássaros
como as perdizes.
Podem nos levar
pr'onde acharmos
que seremos felizes.

bjos achocolatados

ONG ALERTA disse...

Talvez porque andaram perto demais...paz.

Mila disse...

Olá!
Que poema mais lindo, forma linda de exaltar uma mulher...
Bjs
Mila

Duna disse...

Cuando hay amor, todo lo inunda.
Un placer llegar a tu blog y seguirte.
Un beso.

Adolfo Payés disse...

Es todo un honor leerte siempre ..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre..

Que tengas un bello fin de semana… mis mejores deseos.

Brasigrega disse...

Noooossa!!! Quanto tempo eu queria ouvir essa musica da Fernanda e do Satler!!! Eu não sabia o nome e nem tinha tempo de procurar...Se vc me permitir vou colocar no meu blog. Ela é linda, suave e muito poética.
Você tem um excelente gosto para poemas, e para músicas também.
Um abraço,
Marineide

Sônia Silvino disse...

Feliz dia das Mães, minha amiga maravilhosa!
Bjkas, muitas!

Machado de Carlos disse...

Como não amar os teus pés? Como não amar tuas páginas ricas em poesias? Com meus pés sigo teus rastros!...

direitinho disse...

A poesia de Pablo Neruda nos faz sonhar. Caminhar com os pés assentes e a alma ao "leu".
A beleza do corpo assente em pés, abrindo muitos e diferentes caminhos.
Boa escolha

Patricia s2 disse...

Pablo Neruda...amo cada palavra e a forma como expressa os sentimentos...
Bela escolha!!!

♥*♥(franciete)♥*♥ disse...

Querida mais uma vez aqui estou eu a teus pés,para te desejar um lindo final de semana, e deixar, o meu beijinho de luz paz e amor em teu coração.

Jacque disse...

Que Lindo Poema. Vim convidar para assistir meu vídeo novo, no Blog: SENTIMENTOS
http://sentimentosjacque.blogspot.com
/

Beijo

Júlio Castellain disse...

...
É Neruda.
Abraço.
...

sonho disse...

O pés são para amar...pois são eles que nos levam onde desejamos...
Beijo d'anjo

MA disse...

Hola estimada amiga , gracias por tu precioso comentario dejado escrito en mi querido blog.
Un abrazo de MA .

Clecilene Carvalho disse...

Mas se amo os teus pés
É só porque andaram
Sobre a terra e sobre
O vento e sobre a água,
Até me encontrarem.


Mistura do divino e do amor profano.
Mas de certo todo amor é divino.


Beijos e um otimo final de semana.

ONG ALERTA disse...

Um feliz dia das mães, beijo Lisette.

Lelé Batita disse...

Que Blog bonito, Maria. Parabéns!
Como você descobriu a Pérola de Cultura? Obrigada por ter se tornado seguidora.
Abraço.

José disse...

Olá.

Boa noite, lindo poema de Paulo Néruda, não costumamos dar muita importância, aos pés, e os pés são a base do nosso corpo, eles levam e trazem a gente.

beijinho grande José

Pelos caminhos da vida. disse...

Profissão Mãe.

Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
Ela hesitou, sem saber como se classificar.

"O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
"Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

"Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

"Qual é a sua ocupação?" perguntou.
Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

"Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
Senti-me triunfante!

Maternidade... que carreira gloriosa!

Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

(Marcelo Dias).

beijooo.